Discurso de posse – Associação Brasileira de Xamanismo (ABRAX)

Léo Artése (*) No dia 20 de março de 2005 foi fundada a Associação Brasileira de Xamanismo (ABRAX). Léo Artése foi nomeado presidente. A ABRAX foi […]

O xamã nativo como herói cultural, jurema como mãe eterna

Clarice Novaes da Mota (*) Palestra apresentada dia 18 de março de 2005 no Primeiro Encontro Brasileiro de Xamanismo. Organização Léo Artése/Associação Lua Cheia – Pax, […]

Nativo ou nathus? O saber Nativo

Stan Xanniã Resumo: O ser humano em sua eterna fase de transformação e sede de se entender melhor, tem buscado mais e mais um entendimento de […]

O xamanismo de Carlos Castaneda: apropriação, ruptura ou continuidade?

Nelson Neraiel (*) Comentários sobre o Primeiro Encontro Brasileiro de Xamanismo. Organização Léo Artése/ Associação Lua Cheia – Pax, São Paulo, 13 a 20 de março […]

Xamanismo: ciência e política

Renato Sztutman Resumo: Como a ciência moderna, o xamanismo indígena apresenta-se como uma reflexão sobre as causas dos fenômenos, como mudanças ambientais, doenças, mortes etc. À […]

Perspectivas e impasses do xamanismo urbano

José Guilherme Magnani O neo-xamanismo ou, numa outra denominação, o xamanismo urbano, apresenta-se no atual cenário da religiosidade contemporânea como um conjunto de práticas de cura, […]