12 Comments

  1. humbandoleiro says:

    Uia!
    TV Saravá Umbanda! É um marco, sim. EAD informal. Amorfa não, informal.
    http://www.tvsu.com.br

    As meninas, todo dia era dia de índio, né? sombras, garotas, muitas sombras nesse calorzão e uma aguinha minera!

  2. Pfafia Paniculata says:

    Ah, imagina só
    Que loucura é essa mistura
    Alegria, alegria é o estado que chamamos Bia
    De todos os santos, encantos e axé
    Sagrado e profano, o baiano é carnaval

    No corredor da história
    Vitória, Lapinha, Caminho de Areia
    Pelas vias, pelas veias
    Escorre um sangue, um vinho
    Pelo mangue Pelourinho

    A pé ou de caminhão
    Não pode faltar a fé
    O carnaval vai passar…

  3. yama says:

    “Caçadores da morte, sabemos onde devemos encontrá-la. No instante. No coração do instante. No seu centro. Como a pérola de ouro que os antigos situavam no centro do mundo. O seu lugar é em ti. Não o encontrarás em nenhum outro sítio senão em ti.
    A morte envia-te sinais — sonhos, obsessões, encontros, visões. Aprende a decifrá-los. É assim que ela se faz conhecer. Habitua-te à morte, e a amargura tornar-se-á doçura.”
    (Dugpa Rinpoche)

  4. Anonymous says:

    Que foi darkdarling? Os peruanos de Mamacuna merci beaucoup deram panos para as mangas?

  5. Alf ué teimoso says:

    Eu nego
    Tu negas
    ele nega
    negamos
    negais
    negam

    Frodo morreu no Senhor dos Anéis!
    Frodo morreu!
    No Senhor dos Anéis!

    Era Frodo de Saturno?

  6. frodo do araguaia says:

    Era apenas fique são! Morreu do ente, de véi!

  7. Anonymous says:

    O Canto do Cisne é geralmente associado ao canto que essa ave emite quando está para morrer. Esse texto da senhora Bia labate mostra justamente isso. A senhora bia labate é defensora incondicional do uso da cannabis sativa e por esse motivo se reporta aos seus muitos titulos e crachás para tentar pressionar o MARAVILHOSO livro do Padrinho GIDEON DOS LAKOTAS. Um amigo daqui de Alto Paraíso disse-me que conversou com essa senhora e que ela disse ter ido ao CÉU NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO e ter bebido do NOSSO DAIME DE LUZ e que passou muito mal. Porque será hein? EGOS gigantescos que perdidos num mar de confusão “antropológica” querem e tentam afirmar verdades baseadas no seu entendimento. Esquecem que ainda vivemos numa democracia onde a liberdade de expressão é assegurada e garantida. O que assusta no livro SANTO DAIME REVELADO, DROGAS FRAUDES E MENTIRAS são os FATOS muito além dos ´RELATÓRIOS e das reuniõezinhas regadas a cházinhos e alisamentos de vaidades. Seu site Alto das estrelas tem matérias fartas sobre livros do senhor alfredo, um vídeo do senhor sebastião. GENTE QUE TRAIU DESCARADAMENTE A MENSAGEM QUE MESTRE IRINEU RECEBEU DIRETAMENTE DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO. Ora, se essa senhora traz tantos títulos em antropologia (ciência que trata das características socioculturais da humanidade-costumes, crenças, organização social) deveria estudar, apresentar e compreender a vida e a Obra de Irineu Raimundo Serra e dentro da antropologia nos mostrar como foi que Irineu através de trabalhos de consciência ampliada abriu sua consciência para contatar a IMACULADA CONCEIÇÃO. Seria um belo trabalho sobre o IMAGINÁRIO popular, sobre êxtase religioso… Interessante que questiona algumas informações sobre o livro de Gideon dos Lakotas sobre plantas professoras e no seu SITE alto das estrelas tem um vídeo do seu sebastião onde num determinado momento é cantado “é o daime, é o daime, o professor dos professores” (hino do sebastião), quer dizer, o sebastião pode, nos não podemos chamar ayahuasca de plantas professoras. Nesse site tem um vídeo (entrem lá e vejam) onde o alfredo fala sobre a “operação’ (cirurgia) que seu pai (sebastião) recebeu…o alfredo dá uma “aula” sobre medicina ayhuasqueira”rssssss, eles podem, nós não podemos falar em curas que se processaram e se processam em nós mesmos? como assim? Bem, pra finalizar lá vai uma matéria publicada no CORREIO BRAZILIENSE, EM 10 DE JULHO DE 1996 (CADERNO CIDADES, P, 4) ….TEORIAS NOVAS, As conclusões da pesquisa, embora preliminares, são de grande significação, pois invertem numerosas teorias em circulação e confirmam o teor de duas resoluções do Confen (hj CONAD), que garantem o uso legal do chá no Brasil, em contexto religioso. O Confen aliás, sai-se bem com esses resultados. Afinal, tem resistido a insistentes pressões no sentido de proibir o uso do chá. Chegou a fazê-lo, em 1984, a partir de denuncias de que uma sociedade religiosa, ligada a vertente do Santo Daime, de nome Cefluris (Centro Eclético Fluente Luz Universal Raimundo Irineu Serra(, usava o chá adiconado a maconha, o que teria ocasionado danos a usuários. A denúncia foi confirmada e Polícia Federal encontrou plantação de maconha na colônia Cinco Mil, no Acre, sede daquela seita, dando origem a dois processos criminais contra seus dirigentes 9DPF/BSB 027129/81 e DPF/BSB 001372/82. Segundo relatório do Confen, a inclusão do vegetal mariri (o cipo que unido a folha chacrona, produz o chá) na relação de substâncias proscritas da Divisão de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde, em 84, deu-se “por causa da maconha”.
    Então quer dizer que tem um monte, mas um monte de gente equivocada por aí e a dona bia labate está certa? que é isso gente!!! dá um tempinho aí!!! esse povinho não se flagra mesmo!!!

    No Dharma,

    Aurimar Machado Melo

  8. Gedeao de Cotia says:

    Os cães ladram, e a Caravana passa.
    O Bia, um charuto de Cuba, vai um traguinho?

  9. Pfafia Paniculata says:

    Escutei umas músicas do Lakota.
    Bonitas. Deus quando criou a maconha não a terá fumado, pra saber se a planta ficou no ponto?

  10. joao de deus says:

    aqui vai um link com muitos videos lindos para assinstirem

    http://www.ceunossasenhoradaconceicao.com.br/video/video.asp

    Assistam, vejam por vocês mesmo!
    João

  11. psilominina says:

    Pfafia, pode apostar que sim. Não ficam tão perfeitinhos os enteógenos naturais – todos eles – sem uma testada básica do divino, pra aprovar.

  12. Anonymous says:

    Adoro o blog Alto das Estrelas. Respeito muito o trabalho de todas as pessoas e, consequentemente, o da querida antropóloga Bia Labate, que tanto se dedica a compreender, estudar e nos ensinar mais sobre as práticas ritualísticas e culturais que envolvem esta Bebida Sagrada.
    É uma pena que existam ainda irmãos que, mesmo dentro da evolução que a ayahuasca produz, não percebem o mal que estão fazendo ao tentar denegrir ou difamar a pessoa alheia, atentando contra princípios morais, legais e espirituais, como é o caso dessa estranha igreja Céu de Nossa Senhora da Conceição.