Clique aqui para ver a notícia original.

Os adeptos do Santo Daime realizaram nesta segunda-feira (24), em frente ao Congresso Nacional, a Caminhada Ayahuasca Contra as Drogas, cujo objetivo é apresentar à sociedade informações sobre o uso do chá Santo Daime, ou ayahuasca, utilizado para fins religiosos. A passeata foi organizada pela Federação Nacional da Ayahuasca.

Os adeptos argumentam que o daime “não causa qualquer tipo de dependência, dano fisiológico ou síndrome de abstinência” e alertam para o risco de misturar a bebida com drogas como maconha ou cocaína . “Nós tomamos daime e não somos drogados” foi uma das frases impressas em cartazes durante a manifestação.

Nesta semana, a Câmara dos Deputados realiza duas audiências públicas para discutir a resolução do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad) que permitiu o uso do chá do Santo Daime ou ayahuasca para fins religiosos. Um das audiências foi realizada nesta segunda-feira (24) e a outra deverá ocorrer na quinta-feira (27).

Deputados argumentam que há muitas divergências sobre a norma, que foi editada sem consulta pública ou discussão no Parlamento. Um dos parlamentares que requereu o debate, Paes de Lira (PTC-SP), é autor do Projeto de Decreto Legislativo 2491/10, que susta a resolução do Conad.

Silvia Gomide / Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado) 

Adeptos do Santo Daime fazem manifestação em frente ao Congresso
[Foto:]

Os adeptos do Santo Daime realizaram nesta segunda-feira (24), em frente ao Congresso Nacional, a Caminhada Ayahuasca Contra as Drogas, cujo objetivo é apresentar à sociedade informações sobre o uso do chá Santo Daime, ou ayahuasca, utilizado para fins religiosos. A passeata foi organizada pela Federação Nacional da Ayahuasca.

Os adeptos argumentam que o daime “não causa qualquer tipo de dependência, dano fisiológico ou síndrome de abstinência” e alertam para o risco de misturar a bebida com drogas como maconha ou cocaína . “Nós tomamos daime e não somos drogados” foi uma das frases impressas em cartazes durante a manifestação.

Nesta semana, a Câmara dos Deputados realiza duas audiências públicas para discutir a resolução do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad) que permitiu o uso do chá do Santo Daime ou ayahuasca para fins religiosos. Um das audiências foi realizada nesta segunda-feira (24) e a outra deverá ocorrer na quinta-feira (27).

Deputados argumentam que há muitas divergências sobre a norma, que foi editada sem consulta pública ou discussão no Parlamento. Um dos parlamentares que requereu o debate, Paes de Lira (PTC-SP), é autor do Projeto de Decreto Legislativo 2491/10, que susta a resolução do Conad.

Silvia Gomide / Agência Senado
(Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado

Comments are closed.