Vejam o texto, transcrito, dos argumentos orais apresentados na Corte Suprema no dia 11/1/05 no caso da UDV nos Estados Unidos em: http://www.lindesmith.org/docUploads/UDV_OralArgument_2005.pdf
Não há todavia uma decisão, mas é uma etapa importante no processo, pois marca o recebimento oficial do caso pela Corte.

1 Comment

  1. saulo says:

    Espero que a justiça seja feita pela Suprema Corte Estadunidense.
    Sobre essa apresentação:
    O governo americano mantém o mesmo argumento que a ele rendeu derrotas em quatro julgamentos precedentes. E mais uma vez não apresenta o que o RFDA pede para excluir a liberdade religiosa. Algo que justifique essa exclusão no nível pessoal de cada praticante. Mais especificamente um dano ao praticante mesmo que ele assuma as responsabilidades daquele dano.
    Sobre a defesa da advogada da UDV.
    (que também defende quatro decisões favoráveis em instância precedentes) em só um momento questiono a resposta dela. Quando argumentando se Hoasca é ou não coberta pelo tratado de 1971, o Juíz Stevens afirma que o chá é importado porque contém DMT. E ela confirma, como segue:
    pág. 45 linhas:
    20 JUSTICE STEVENS: But, of course, the reason you
    21 import it is because it contains this particular
    22 substance.
    23 [Laughter.]
    24 MS. HOLLANDER: That’s correct, Your Honor.
    O motivo da importação do chá Hoasca é que as plantas, para o preparo do chá, ainda não crescem nos EUA. E é mais fácil e mais econômico, transportar o chá pronto, do que todo o material necessário para prepará-lo.