Repasso aqui uma mensagem de email enviada em 18/010/2006 pelos daimistas italianos — ótimas notícias da última sexta-feira treze:

“Queridos amigos,

Após o Supremo Tribunal de Cassaçãoo ter declarado a nossa prisão “não-motivada” no passado mês de Outubro, o Tribunal de Perugia teve que se reunir novamente para dar novo parecer sobre o caso. Segundo o Supremo Tribunal, o Ministério Público não tinha dado suficientes provas científicas que permitissem classificar a Ayahusca/Santo Daime como uma droga. Devido a esta falta de provas, o Tribunal de Perugia, na passada sexta-feira 13, admitiu ter errado anteriormente, tendo CANCELADO todas as medidas de prisão preventiva que foram impostas aos 24 Daimistas. Esta é uma excelente notícia para o Santo Daime!!

Agora aguardamos que o MP decida qual o próximo passo que pretendem dar (provavelmente na Audiência Preliminar, cuja data ainda não foi fixada). Sem novas provas o MP agora terá que arquivar o caso e nós poderemos requerer indeminizações substanciais ao Estado. No entanto, é possível que o MP decida avançar com um pedido de análises químicas detalhadas do Santo Daime na tentativa de obter novos dados. Neste caso nós estamos preparados com químicos e físicos que poderão suportar a nossa defesa, se necessário.
Isto significa que desde sexta-feira o Santo Daime não é oficialmente considerado uma droga na Itália, mas teremos que aguardar a finalização do processo.
Rezemos para um final rápido e positivo!

Com amor e confiança,

Daimistas Italianos”

Para entrar em contato com o CEFLURIS na Itália: cefluris@santodaime.it

Comentário: é óbvio que do ponto de vista farmacológico, a ayahuasca/daime, é uma “droga”. O que precisa ser repensado, justamente, é o conceito de “droga”, suas fronteiras com alimentos/fármacos/venenos etc; além disto, fenômenos sócio-culturais complexos não podem ser reduzidos a sua dimensão farmacológica!

“Dear friends,

After the Supreme Court of Cassazione declared our arrests “unmotivated” last October, the court of Perugia was ordered to meet again to give new considerations about our case. According to the supreme court, the Public Ministery had not given scientific reasons to consider our sacrament as a drug and based on this lack of scientific proof, the court of Perugia, last friday 13, admitted to have done wrong before and decided to CANCEL all the orders of arrest given to our group last year. This is very very positive!

We now await that the Public Ministery decides on their next move, probably at the Preliminary Audience (no date yet settled). Without further proof they will have to close the case and we can ask for substantial re-funds to the state. Nonetheless, it is probable that the PM will want to proceed with further detailed laboratory analysis. We are prepared with chemists and physicians to support our defense, if necessary.

So Santo Daime is officially not a drug in Italy but we need to wait for the end of this process.

Let us pray for a quick closing!

With love and trust,

Italian Daimists”

5 Comments

  1. Roberto Goulart says:

    Viva a liberdade do Santo Daime!!!
    Viva a liberdade das plantas de poder!!!

    Toda a força para os que lutam pela legalização!!!

    Façamos nossas preces…

  2. Anonymous says:

    com a palavra “droga” no final do artigo acho que se entende “substancia ilegal”.

  3. tiago says:

    “fenômenos sócio-culturais complexos não podem ser reduzidos a sua dimensão farmacológica!”

    esse é o ponto!

  4. Smoke says:

    Drugs are just bad, you should try to use Herbal Alternatives as a temporary replacement to loose the dependance!

  5. Guitar Master says:

    I wish I could blog as good as you, but what I can do is give you a nice Guitar Lesson!