Conheça um histórico anterior do caso aqui.

Mensagem enviada por Dartiu hoje:

“São Paulo, 30 de Junho de 2007.

Prof. Dr. Ennio Candotti
Diretor da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

Senhor Diretor,

Gostaria de manifestar meu apoio às pesquisadoras Maria Teresa de Araújo Silva e Stella Pereira de Almeida da Universidade de São Paulo, que vêm sendo injustamente penalizadas pelos meios de comunicação em decorrência do conteúdo de seu projeto de redução de danos relacionados ao uso de drogas.

São profissionais sérias e competentes, sobre as quais nenhum questionamento ético
seria cabível, que compõe respeitado grupo de pesquisa, digno de reconhecimento em trabalhos publicados no Brasil e no exterior.

É essencial que a abordagem de tema de tal relevância seja feita por profissionais despidos de preconceitos e com visão realista da importância do problema. Projetos de redução de danos são fundamentais para conscientizar populações vulneráveis e merecem o apoio da comunidade
científica desde que submetidos e aprovados pelas agências reguladoras do país.

Surpreendeu-me o fato de que uma fundação da importância da FAPESP possa ter sido influenciada pela mídia, a despeito dos pareceres técnico-científicos de seus assessores. É possível entender que este questionamento por parte desta fundação possa estar refletindo idéias de colegas pesquisadores “midiáticos” que tradicionalmente vêm se colocando apenas ideologicamente frente a tais questões, sem nenhuma preocupação autêntica com ciência e, menos ainda, com o cuidado dispensado aos usuários de substâncias e dependentes químicos.

Cabe nos posicionarmos enquanto cientistas e pesquisadores, para que possamos abordar qualquer tema científico, mesmo os mais polêmicos tais como uso de substâncias psicoativas e utilização de células-tronco, dentro dos paradigmas da ciência sem que nos tornemos reféns da opinião pública e dos meios de comunicação, visto que estes freqüentemente podem estar a
serviço de interesses menos nobres, podendo estar sendo manipulados por profissionais que tradicionalmente vêm exibindo atitudes eticamente questionáveis.

Atenciosamente,

Prof. Dr. Dartiu Xavier da Silveira, MD, PhD

Professor-Adjunto do Departamento de Psiquiatria da Universidade Federal de São Paulo
Coordenador do PROAD – Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes /EPM-UNIFESP
Presidente da ABRAMD – Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas

Rua Flórida 320
045465001 Sao Paulo -SP
Tel.:(11) 5579.1975
www.proad.unifesp.br

12 Comments

  1. zen dó ré mi says:

    bai dom’

    co’a

    k

  2. Anonymous says:

    Estava passando a vista para tirar do mofo filosofia. Os caras criam categorias discursivas que exigem profunda atualização de quem está afastado.
    Pelo nome dos artigos a gente vê que não é tarefa fácil:
    “A comunidade ideal de comunicação (situação ideal de fala) e a fundamentação última do processo de institucionalização” trabalho apresentado por Franz J. Hinkelammert com enfoque na ética do discurso e ética de responsabilidade conforme abordado por K.O.Apel.
    Essas coisas são novas…filosofar vale a pena?

  3. Emanuel Pordeus quaresma says:

    Meu caro anônimo, você conhece esse Hinkelammert? nunca havia antes escutado esse nome
    http://www.utopistapragmatico.cl/pag-hinkelammert.html

  4. Renata Heleno says:

    Essa mensagem do Dartiu foi de TAM ou BRA? Os aeroportos ainda estão congestionados? Aqui um despacho humano conduzido por mim saiu conforme previsto. Tudo como antigamente, como quando aviões era apenas um sonho na mente dos sonhadores. Como uma amiga que fundava uma escola e considerava plausível o sucesso em 100 anos. Alguns sis deveriam ser superados e o foram, a escola permanece.
    Blava gente brasileira e o santo Da-mo.

    uhuuu!!!

  5. Anonymous says:

    Patrick K que filo lá. Ética da Praxis e do Discurso num X.
    zoim de gata siamesa

    xero

  6. Anonymous says:

    “Hoje eu quero lhe dar
    a estrela da madrugada
    que vela o dia…
    Dar-lhe o canto da passarada,
    o gorjeio da cotovia.
    Dar-lhe o encanto das tardes quentes,
    das noites frias.
    Dar-lhe a coragem do sol, que nasce a cada dia.
    Hoje eu quero todas as flores
    cobrindo os campos do seu caminho.
    Quero o aconchego e calor do primeiro ninho.
    Quero que a esperança seja infinita nos momentos seus.
    Quero que você entenda que a liberdade é viver em Deus.
    Parabéns pelo seu dia!”
    (Nairzinha)

  7. Anonymous says:

    Amor vim te buscar em pensamento
    Cheguei agora no vento
    Amor não chora de sofrimento
    Cheguei agora no vento…pipi

  8. Anonymous says:

    o eMe do mestre
    tem tres perninhas
    Santo Daime UDV
    Ia Barquinha!

  9. Anonymous says:

    Bem Ki si kiss
    Depois de tudo
    Ainda há ser
    FELIZ!

    Tribo de Jah, V.

  10. Anonymous says:

    Espere por mim morena,
    espere que eu chego Jah
    o amor por você Morena
    faz a saudade me apressar.

  11. Anonymous says:

    Do vert
    Ge rix
    Asteriscs

  12. Anonymous says:

    “A música do melhor futuro:
    O primeiro músico seria para mim aquele que apenas conhecesse a tristeza da mais profunda alegria e que ignorasse qualquer outra tristeza. Não surgiu até agora”

    F. Nietzsche

    Bia, tudo bem?