Isabel Santana de Rose

Orientadora: Esther Jean Langdon
 
Tata ndereko – Fogo Sagrado: encontros entre os Guarani, a ayahuasca e o Caminho Vermelho
 
Este trabalho trata do processo de apropriação da ayahuasca, e de outras práticas relacionadas como o sweat lodge ou temazcal e a busca da visão, pelos Guarani da aldeia Yynn Morothi Wherá ou Mbiguaçu, localizada no município de Biguaçu, litoral sul de Santa Catarina. O principal objetivo desta etnografia é reconstituir a história da apropriação da ayahuasca pelos moradores desta aldeia, procurando compreender o uso dessa bebida em suas cerimônias, bem como no seu discurso sobre a cultura e a tradição guarani. Tomando como eixo esta história, o segundo objetivo central desta pesquisa é delinear a rede autodenominada “aliança das medicinas”, formada ao longo dos últimos dez anos entre os moradores de Mbiguaçu, integrantes de um grupo espiritual internacional denominado Fogo Sagrado de Itzachilatlan, e membros da comunidade do Santo Daime Céu do Patriarca São José (Florianópolis, SC). Os diálogos e negociações entre estes diferentes grupos e atores vêm dando lugar a uma intensa circulação de pessoas, substâncias, imagens, idéias, rituais e estéticas, que procuro mapear ao longo deste trabalho. Entre os principais argumentos desenvolvidos aqui, destacam-se a ênfase nos fluxos e circulações; no caráter dialógico e emergente da cultura; e a proposta de olhar para o xamanismo como uma categoria dialógica.
 
Banca Examinadora:
 
Profa. Dra. Esther Jean Langdon (UFSC-orientadora)
Prof. Dr. Rodrigo de Azeredo Grünewald (UFCG/PB)
Profa. Dra.  Anne Marie Losonczy (École Pratique des Hautes Études, Sciences Religieuses. Sorbonne, Paris; Institut de Socilogie, ULB, Bruxelles)
Prof. Dr. Alberto Groisman  (PPGAS/UFSC)
Prof. Oscar Calavia Saez (PPGAS/UFSC)
Profa. Antonella Maria Imperatriz Tassinari (PPGAS/UFSC-suplente)
Profa. Sônia Weidner Maluf (PPGAS/UFSC- suplente)
 
Dia: 07/06/2010 (segunda-feira)
 
Horário: 14:00  horas
Local: Mini-auditório CFH/UFSC

Comments are closed.