É com satisfação que informo que O Centro Espírita Beneficente União do Vegetal, ou UDV, doou para o Alto das Estrelas três fitas de VHS da Conferência Internacional dos Estudos da Hoasca, que ocorreu no Rio de Janeiro em 1995.

Este evento apresentou os resultados Projeto Farmacologia Humana da Hoasca, investigação pioneira realizada por nove centros de pesquisa em conjunto, entre instituições e universidades do Brasil, Estados Unidos e Finlândia, envolvendo mais de trinta pesquisadores.

A coleta de dados foi realizada em um núcleo da União do Vegetal em Manaus (AM) e abrangeu aspectos botânicos, químicos, toxicológicos, farmacológicos, neuroendócrinos, clínicos e psiquiátricos. Foram realizados estudos tanto em animais como em seres humanos. Participaram como voluntários dessas pesquisas quinze membros da União do Vegetal filiados ao grupo por pelo menos dez anos.

O material, cuja qualidade estava um pouco comprometida, foi doado pelo Alto das Estrelas para o Laboratório de Imagem e Som (LISA) do Departamento de Antropologia da USP.

O LISA transformou as fitas VHS em DVDs e adicionou-os ao seu acervo. É possível achar o material no catálogo oficial do LISA. Para consultar os videos, é necessário ralizar um cadastro por e-mail antes de acessar a página (pelo e-mail: lisa@usp.br) e depois acessar o site do LISA. A consulta aos documentos é feita exclusivamente no local (Rua do Anfiteatro, 181 – Cj. Colméia, favo 10, Cidade Universitária, São Paulo, SP).

Vale a pena dar uma olhada e conhecer “pessoalmente” os célebres personagens do universo internacional da ayahuasca, como Charles Grob, Jace Callaway e Dennis McKenna, além do psiconauta Jonathan Ott – que atualmente dedica-se a projetos e instalação de sistemas de aproveitamento de energia natural no seu próprio “bote salva-vidas montanhês”, na Serra Madre Oriental, no sudeste mexicano. Temos o prazer de ver e ouvir essas figuras clássicas e várias outras que, geralmente, conhecemos só como siglas de nomes que compõe as longas fileiras de co-autores que assinam os artigos biomédicos sobre a ayahuasca.

Há momentos memoráveis, como quando Jace Callaway arranca aplausos da platéia ao comentar o “achado” de que a dose letal de ayahuasca para ratos seria de 7 litros, dizendo “mas ratos não vomitam – seria impossível matar uma pessoa com o vegetal, pois ela vomitaria antes”. É agradável descobrir que um dos maiores pesquisadores mundiais sobre a ayahuasca – à qual denomina de “fio dental mental” – tem cabelos compridos e jeito simpático.

Também é possível ver o jovem Jeffrey Bronfman comentar com esperança o futuro da UDV nos EUA há doze anos atrás, quando ele mesmo não sabia do papel heróico que lhe caberia como personagem da resistência da UDV em uma batalha jurídica pelo direito de consumo religioso da Hoasca que se desenrola nos Estados Unidos há anos e permanece até hoje inconclusa.

Há também uma série de outras pessoas referência, como o antropólogo Edward MacRae, o jurista Domingos Bernardo de Sá (o grande responsável no Brasil pela legalização do uso da ayahuasca), a Dra. Débora Mash, pioneira nos estudos sobre a investigação dos potenciais terapêuticos da iboga, entre outros que compõe um capítulo da história da pesquisa com a ayahuasca aparentemente marcado, ainda, por uma certa pureza. A conferência foi um momento de emoção de divulgação das primeiras “descobertas científicas”, reunindo um ciclo restrito de pesquisadores internacionais e nacionais e promovendo umas das primeiras exposições públicas e sistemáticas da UDV para além do circuito ayahuasqueiro mais restrito. Muito diferente do clima atual, onde se multiplica um conjunto infinito de mini-grupos pelas grandes cidades do país, sites na internet, teses de doutorado, de mestrado, monografias de conclusão de curso e disciplinas de graduação, reportagens e livros escritos pelos participantes das religiões, além de uma série de documentários e filmes mais ou menos caseiros ou profissionais.

A UDV ficou de enviar, se possível, mais fitas VHS que registraram o evento. Esperemos e torçamos. De qualquer modo, fica aqui o agradecimento sincero dos persquisadores e simpatizantes da ayahuasca pela doação.

Veja abaixo a programação completa da Conferência.

Conferência Internacional dos Estudos da Hoasca — III Congresso de Saúde da UDV- 1995 – Hotel Glória – Rio de Janeiro (RJ), Brasil

Programação:

01: Vinheta para abertura

02 : Curso Qualidade de Vida – Nosso Alimento

03: Curso Qualidade de Vida – Concentração

04: 02/11/95 – Abertura + Show

05: Aresentação da Equipe de Pesquisa – Apresentação das Avaliações Clinicas e Pisiquiatricas

06: Curso Qualidade de Vida – Pratica Respiração

07: Curso Qualidade de Vida – Farmácia Viva

08: Perfil Institucional da UDV – Estudos avançados em Psiconeurofarmacologia

09: Apresentação das Áreas de Pesquisa e Apresentação das Avaliações Clinicas e Psiquiátricas

10: Panorâmica – Entrevistas – Antroposofia

11: Palestras Dennis Mackenna, Cabral, Jace e Dra. Miltres

12: Dr. Cláudio, Dr. Jace e Dr. Osvaldo Saíde

13: Pré Congresso

14: Entrevistas

15: Mesa Redonda Vegetal versus Parto – Pesquisa Fortaleza e Lar-Sama

16: Entrevistas

17 : Qualidade de Vida – Antonio Pádua e Painel 5º UniNorte

18: Painel 4º Homeopatia e Holística, Painel 2 estudos clínicos 1

19: Curso de Revisão- Gabriel Travaini, Luiz Eduardo Lina, Guilherme Oberkaender, Dennis Mackenna e Mestres Antigos

20: Reunião Saúde Mental e Abertura

21: Estudos avançados em Psiconeurifarmacologia e Palestra de Encerramento

22: Uso do Chá no contexto da UDV

23: Encerramento

24: Encerramento

25: Lazer, Depoimentos e Encerramentos

2 Comments

  1. Anonymous says:

    O Alto tá feliz. Regozijo conjunto.

    “A-e-i-o-u”. Alguém lembra o quanto isso foi importante para todos nós um dia?

    V

  2. Cao says:

    Esse video será disponibilizado para que possamos assistir aqui no site???