Título: Experiências e Símbolos de Transformação na Doutrina da Floresta
Autor: Sérgio Alex Silva Lima (sergioagora@yahoo.com.br)
Programa de Pós Graduação em Ciência da Religião
Universidade Federal de Juíz de Fora, 2005.

Resumo:

O trabalho que segue versa sobre experiências de transformações existenciais, mencionadas como decorrentes do contato com o universo simbólico da doutrina do Santo Daime, conforme relatadas por membros de dois grupos da religião localizados no estado de Minas Gerais, nas cidades de Aiuruoca e Juiz de Fora.
Na primeira parte buscamos nos aproximar da diversidade que caracteriza o mundo da religiosidade ayahuasqueira. Ayahuasca é um dos nomes indígenas do chá do Santo Daime. Esse grupo religioso que considera a bebida um sacramento instituiu-se por volta da década de trinta do século XX, na Amazônia, a partir das revelações recebidas pelo maranhense Raimundo Irineu Serra, o Mestre Irineu, possuindo hoje núcleos por vários países além dos que tem no Brasil. Aborda-se ainda a questão da terapêutica relacionada a experiências extáticas desencadeadas por psicoativos, bem como detalhes psicofarmacológicos do Santo Daime.
Já na segunda parte apresentamos os resultados do trabalho de campo, associando-os a reflexões sobre alguns estudos de Mircea Eliade e Carl Gustav Jung. Foram enfocados aspectos simbólicos e míticos relacionados ao tema das transformações, priorizando elementos correlacionáveis às experiências de transformação apresentadas pelos religiosos como conseqüência do contato com o Santo Daime.

Comments are closed.