Comédia de ficção científica super esquisita, com direito a Sidney Magal aparecendo todo dourado numa miração, integra o rol de novas produções de cinema que abordam direta ou indiretamente o tema do Santo Daime.

Eis a resenha da 29ª Mostra de Cinema de São Paulo:
“Natasha e seu grupo de amigos decidem entrar na Amazônia e participar da cerimônia do Santo Daime em uma aldeia da região. Contratam um guia experiente para conduzi-los, porém ele não aparece e um sujeito misterioso o substitui. Os jovens embrenham-se na mata e um deles, Bruno, vai filmando tudo em vídeo. Estranhos assassinatos começam a ocorrer e tudo indica haver ligação com a lendária figura do Dr. Moreau, médico nazista que realiza bizarras experiências na floresta.” (in: http://www2.uol.com.br/mostra/29/p_exib_filme_683.shtml)

diretor: Ivan Cardoso
roteiro: Rubens Francisco Lucchetti
fotografia: José Guerra
montagem: João Paulo Carvalho
elenco: Paul Naschy, Evandro Mesquita, Danielle Winits, Nuno Leal Maia, Tony Tornado, Karina Bacchi, Pedro Neschling, Sidney Magal
produtor: Diler Trindade
produtora: Diler & Associados
74 minutos
color, 35mm

1 Comment

  1. Alexandre says:

    Eu acho uma falta de respeito e de noção um filme com uma rotiro que se aproveita jocosamante de um sério trabalho de cura espiritual. Nosso planeta e humanidade já estão no balanço e a indústria cinematográfica ainda gasta dinheiro com filmes medíocres e preconceituosos.
    Eu, como fardado sinto que vcs colocam a doutrina do Santo Daime de uma forma ridícula, irreal e mais uma vez repito: pré-conceituosa.
    Uma coisa eu posso afirmar, que a respeito deste assunto mesmo, é que segundo meu Padrinho, ” para quem zombar da verdade é para ver o corpo sofrer”, ou melhor, a Peia vai descer, vai descer porque quem manda é Deus. “Isso aqui é coisa séria, não é brincadeira que de joga e sai rolando pelo chão”.Daí, nessa comédia, vamos ver no final quem ri por último e melhor.