Psicoativos: leis, normas, rituais, usos do corpo, performances e etnicidade (Belém, 2010)

Fórum Especial 06

Psicoativos: leis, normas, rituais, usos do corpo, performances e etnicidade

Data: 04/08, quarta-feira, às 16:30h

Local: Auditório 06

Coordenadores: Edward MacRae (UFBA) e Rodrigo de Azeredo Grünewald (UFCG)

Proposta: O uso de substâncias psicoativas não se dá num vácuo socio-cultural e raramente ocorre de maneira completamente desregrada, mesmo nos casos quando as normas e regras que servem como referência para esse uso sejam desviantes dos padrões hegemônicos na sociedade maior. De fato, em que pese sua grande variedade, tradicionalmente ele tem se dado de maneira a reforçar os laços culturais, seja nos usos religiosos, medicinais ou lúdicos. Isso contribui para que tais substâncias desempenhem também importante papel na cosmogênese e etnicidade de diversos grupos sociais e que nas sociedades pós-modernas ocorram freqüentes intercâmbios e resignificações de práticas entre variados contextos. Conseqüentemente, parece-nos que o atual viés transgressor associado à práticas de uso de certas substâncias psicoativas na sociedade nacional seja mais fruto de políticas proibicionistas relativamente recentes do que da sua natureza farmacológica.

Coordenador: Edward MacRae (BA)

Debatedores: Regina de Paula Medeiros (PUCMG), Eduardo Viana Vargas (UFMG) Marcelo Magalhães Andrade (CRP 03 BA/SE)

Comments are closed.