Misterioso, Santo Daime tem duas igrejas“, por Rodrigo Ferrari.

2 Comments

  1. Vinicius says:

    O diabo mesmo é essa tal de classe média, que parece intrometer-se com os ricos, sem poder comprar o que os ricos compram e, muito mal tirado o pé da lama, parecem nada ter haver com os pobres. E quando reconhecem os pobres, não se ligam nos miseráveis…é dose ou não?
    Religare é uma invenção. Reinventem a roda, porque a roda da fortuna sempre gira e a roda gigante sempre para: desçam cavaleiros e damas, ou então, adquiram novos ingressos. Quem sempre regressa é o parque e BIA, EU TE AMO!
    Povo chato!

  2. Anonymous says:

    Você deveria aprender a escrever corretamente antes de sair por aí dando uma de filósofo. Antes de se meterem a divagar sobre as coisas do mundo, Francis Bacon, Aristóteles, Descartes, só para ficar nos exemplos mais conhecidos, puseram-se a estudar a linguagem. Fizeram isso porque queriam ser bem compreendidos pelos leitores. Você disse, a respeito da classe média, que ela “(…)parecem nada ter haver com os pobres.” Classe média é uma expressão no singular. Ou seja, a classe média parece e não parecem. Ela parece não ter nada a ver com os pobres. Haver é um verbo, que pode equivaler a ter ou existir, dependendo do contexto em que é empregado. Se eu dissesse: há muito trouxas que se utilizam da Internet – inclusive você -, eu estaria empregando o verbo de maneira adequada, no sentido de existir. Entendeu?