Laércio Fidelis Dias é natural de São Paulo, Bacharel em Ciências Sociais, Mestre e Doutor em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo. Professor da Diretoria de Ciências Sociais, Comunicação e Artes na Associação Educacional Nove de Julho (Uninove), pesquisador do Mari-Grupo de Educação Indígena da USP e do Núcleo de História Indígena e do Indigenismo (NHII-USP). Na última década tem se dedicado à pesquisa acadêmica entre os grupos indígenas Karipuna, Galibi Marworno, Palikur e Galibi de Oiapoque localizados no extremo norte do Estado do Amapá, município de Oiapoque. No mestrado a pesquisa tratou dos itinerários terapêuticos das famílias Karipuna considerando os episódios concretos de doença e as diferentes escolhas terapêuticas dos pacientes, desde o tratamento familiar com remédios caseiros à base de ervas, passando pela consulta aos membros da família ou à comunidade, até os diferentes especialistas. No doutorado, entre os quatro grupos indígenas referidos acima, realizou uma pesquisa sobre os significados simbólicos associados ao consumo de bebidas alcóolicas. A pesquisa considera que o consumo de bebidas alcóolicas é feito sob orientação de padrões socioculturais que o estruturam e são a sua fonte de sentido. O que e por que se consome, bem como os seus efeitos no comportamento e a avaliação deste só podem ser compreendidos com referência a esses padrões. Tem também escritos artigos sobre os temas, além de prestado assessorias científicas na área de saúde e educação indígenas.

Clique aqui para conhecer a sua produção.

Para entrar em contato com Laércio: laerciofidelis@yahoo.com

Comments are closed.