Mensagem do Boletim Eletrônico do Cefluris, em 04/05/2006 às 10:47 hs, Edição: 52

“Depois de pouco mais de um ano da prisão de daimistas italianos, o juiz do Tribunal de Perugia concluiu este capitulo, no dia 4 de abril passado, aceitando o pedido de arquivamento do caso com a motivação de que o promotor público não demonstrou nada de suficiente para que o Santo Daime possa ser considerado proibido, não existindo assim nenhum crime.

Este é o coroamento final da importante vitória ocorrida em outubro passado na Corte Suprema de Cassazione em Roma. O ponto jurídico central foi o esclarecimento da Corte Suprema sobre o assunto de quando uma preparação natural de plantas não proibidas, mas que contém um alcalóide sob controle (como éo caso da Ayahuasca/Santo Daime), pode ser considerada proibida ou não. A Corte entendeu que a presença dos alcalóides na bebida é comparável com a quantidade nas plantas originais ao natural, e então não pode ser considerada sob controle.

O promotor público nunca mostrou o contrário, enquanto os documentos científicos apresentados pela Igreja do Culto Eclético mostravam o Santo Daime como um sacramento e um simples cozimento das duas plantas; a presença de alcalóides é comparável com aquela das plantas originais.

Em favor da liberdade do sacramento foram juntados ao processo os dados científicos de um artigo do Dr. Callaway publicado no Journal of Psychoactive Drugs, vol. 37, n° 2 (junho 2005). Neste estudo ele analisa 37 pés de folha Rainha, encontrando nas folhas secas uma quantidade de DMT até 1,7% (mediamente 0,75%), quantidade 10 a 20 vezes superior à concentração de DMT encontrada no Santo Daime.

“Agora temos que ver como vão reagir as autoridades quando pedirmos a restituição do nosso sacramento. Ainda não sabemos exatamente se esta importante vitória já determinou o reconhecimento da liberdade do Santo Daime na Itália, mas com certeza nos aproximou muito deste objetivo final. Por enquanto agradecemos muito ao Divino Pai Eterno e a virgem Soberana Mãe por nos ter dado esta importante vitória e este conforto para as famílias daqueles 20 daimistas que foram acusados, presos e caluniados com mentiras”, afirma Walter Menozi, do Cefluris Itália.”

Ver também o site do

Comments are closed.