Labate, Beatriz Caiuby; Santos, Rafael Guimarães dos; Rose, Isabel Santana de; Derix, Govert. Bibliography of the Brazilian Ayahuasca Religions. MAPS Bulletin, 17 (1): 28-29. 2007. Available at: http://www.maps.org/news-letters/v17n1/maps-sprsmr07.pdf.

6 Comments

  1. sarah says:

    “The Women’s Visionary Congress”
    It will be special

  2. precisomerecuperar says:

    “Quando voltei, senti que algo fundamental havia mudado em minha vida e fui tomada por um certo ímpeto messiânico: “o mundo precisa saber desta planta!” (claro que depois descobri que eu não era a primeira pessoa a sentir isto…).”

    E quantas foram as que conseguiram isto?

    poderia até dizer mais, mas não vou dizer…palavras sao palavras e meu senso prático não me permite tantas divagações

  3. Anonymous says:

    eh trem bão soh! aqui tá chovendo pacas! Aí chove também? “Chove chuva, chove sem parar…”

  4. Loki says:

    The importance of the ash tree in Germanic Mythology is clear. The world ash, Yggdrasil, is central to the structure of the cosmos. The first man, Ask, (“Ash”), was formed from an ash tree found son the beach by Odin and his brothers, the sons of Bor.

  5. odevido says:

    Ask
    Primeiro homem da mitologia escandinava, saiu de uma árvore. O mesmo que Askur. Segundo uma lenda nórdica, os três ases Wodan, Hoenir e Loke, tendo encontrado, junto ao mar, as árvores Ask e Emtla, resolveram dar-lhes vida: o primeiro deu-lhe a alma; o segundo, o espírito; e o terceiro, o sangue e a cor vital. Criaram assim o primeiro homem e a primeira mulher, origem do gênero humano.
    O Ask, dos mitos escandinavos, é macho-fêmea.

  6. Eclesiastes says:

    Não há nada novo embaixo do sol