Dia 04 de maio ocorreu a mesa redonda “Legalize já”?, promovida pelo Centro Acadêmico A. Vladimir Herzog, na Faculdade Cásper Líbero, em São Paulo (SP). Participaram a antropóloga Bia Labate (Alto das Estrelas/NEIP), o historiador Henrique Carneiro (USP/NEIP), a radialista e vereadora petista Soninha Francine, Thomas Enlazador, da Rede Global Ahimsa/ Movimento Plante Legal e Marçal Honda, Delegado de Polícia da Divisão de Prevenção e Educação do Denarc (Departamento de investigações sobre Narcóticos). Estiveram presentes cerca de centro e trinta estudantes, que questionaram o delegado sobre os métodos de peserguição dos usuários pela polícia, o excesso de verbas destinadas à repressão e não à prevenção, o problema da lei contra a “apologia” às drogas que impede o livre debate de idéias e assim por diante.

Veja fotos do evento abaixo:


Henrique Carneiro

Participantes da Mesa Redonda e cartaz do movimento Plante Legal

(da esq. para dir.:) Marçal Honda, Soninha Francine, Bia Labate, Henrique Carneiro e Thomas Enlazador

Thomas Enlazador

Soninha Francine

Todas as fotos foram tiradas por Ravi Santana (ravisantana@gmail.com)

2 Comments

  1. Picax says:

    Ai,

    eu fui…eheh

    BOm conhecer este novo movimento, Plante Legal.

    espero que tenha sido tudo ok no ibirapuera.

    Quem tiver noticias mande, de todo o Brasil….

    A soninha falo o que ela ja vem falando, controle do Estado sobre as drogas.
    Venda e comercializacao.

    O pessoal do NEIP deu uma pincelada nas questoes da proibicao historica, os porques, e tal.

    e o Marçal ficou no discurso do DENARC, de controle sobre o usuario, problemas e tal.

    De modo geral eu curti, tinha bastante gente, so acho que o tempo ficou curto…

    Enfim, devemos fazer isso todo ano sim MaC, estou com os contatos do Centro Academico e dos movimentos…

    abs a todos

    GROWER NAO EH TRAFICA…

  2. Anonymous says:

    desde Venezuela un abrazo afectuoso
    liberen a maria pura consciencia!!. este viernes organizamos un debate en la UCV

    esperamos hacerles llegar información