11667323_414026532124459_3811436173126075837_n

 

 

 

 

 

 

 

A Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP, o Laboratório de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos – LEIPSI, e o Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos – NEIP convidam para a apresentação de lançamento do livro “Ayahuasca Shamanism in the Amazon and Beyond”, ministrada por Beatriz Caiuby Labate.

Debatedores Convidados:
Taniele Rui Antropóloga (FGV-SP, CEBRAP)
Paulo Dalgalarrondo (FCM-UNICAMP)

Local: Faculdade de Ciências Médicas da UNICAMP / Edifício “Lego” – Anfiteatro 1
Data e horário: Quarta-Feira, 05/08/2015 – 19:00h
Entrada franca

A apresentação oferecerá uma visão geral do livro Xamanismo da Ayahuasca na Amazônia e Além (Ayahuasca Shamanism in the Amazon and Beyond), coeditado por Beatriz Caiuby Labate e Clancy Cavnar e publicado pela Oxford University Press em 2014. O livro discute como a epistemologia e a ontologia ameríndias se relacionam com certos rituais xamânicos indígenas da Amazônia difundidos em sociedades ocidentais, e como as culturas indígenas, mestiças e cosmopolitas dialogaram e transformaram essas tradições da floresta. A coleção focaliza, igualmente, como os rituais xamânicos têm se difundido e desenvolvido nos contextos urbanos pós-tradicionais em todo o mundo. Dá-se especial atenção à ayahuasca, bebida psicoativa normalmente composta por duas plantas, a liana Banisteriopsis caapi e folhas do arbusto Psychotria viridis. O uso da ayahuasca expandiu-se para além de sua origem amazônica e gerou inúmeras respostas legais e culturais nos países para onde se difundiu. Os capítulos abordam algumas das formas em que essas respostas influenciaram o planejamento e desempenho do ritual em contextos tradicionais e não tradicionais. O livro analisa como povos indígenas e seringueiros deslocados estão engajados em uma reinvenção criativa de rituais e como esses rituais ajudam a construir alianças étnicas, bem como estratégias culturais e políticas para suas posições marginalizadas. O livro explora, igualmente, o fascínio moderno pela “tradição” e o “outro”. Este fenômeno está diretamente ligado a temas clássicos e contemporâneos da antropologia. Um deles é a relação entre a expansão do ecoturismo e do turismo étnico, revitalizações recentes de culturas indígenas e a emergência de novas identidades étnicas. Outro foco deste livro recai sobre tendências na comodificação de culturas indígenas em contextos pós-coloniais, bem como a combinação de xamanismo com uma rede de serviços relacionados à saúde e à espiritualidade. Finalmente, o livro trata do tópico da hibridização de identidade nas sociedades globais. As etnografias não publicadas anteriormente e as análises apresentadas nesses capítulos ajudam na compreensão do papel do ritual na mediação do encontro entre as tradições indígenas e as sociedades modernas.

Confirme sua presença:

https://www.facebook.com/events/1471022846546936/

Comments are closed.