O Curso de Extensão Cultura Psicoativos e Consciência (Departamento de Antropologia da UFSC) convida para a palestra: “A ayahuasca em contexto de pessoas em situação de rua”, a ser proferida pelo psiquiatra Wilson Gonzaga, dirigente da ABLUSA (Associação Beneficiente Luz de Salomão).

Dia 18/06 às 18:00hs no mini-auditório do CFH/ UFSC – Florianópolis (SC).

A entrada é aberta e gratuita.

Para mais informações – Isabel: belderose@yahoo.com.br

Leia a palestra de Wilson Gonzaga “A Hoasca na Recuperação da Dignidade Humana” aqui.

Para entrar em contato com Wilson: wilson_gonzaga@institutohermes.com.br

5 Comments

  1. biafra says:

    Qual padrão o Dr. Wilson apresenta aos irmãos que vivem ao relento? o padrão do pai ou o padrão da mãe? ou, entre órfãos não se fala de pai, não se fala de mãe? Minha mãe me dava carinho nos tempos de arruaças, meu pai me deserdava…agora, o pai confia mais no filho, a mãe dá limites…quando a mãe era doce o pai estava severo, quando o pai é doce, a mãe está severa…
    O Dr. ainda distribui sopa? hummm…isso é bom, viu?
    O Dr. Wilson é desbravador…como ele, luto até a morte, mas só luto quando creio que a pena paga o preço. Uma vez demonstraram que minha esposa era prostituta. Olhei nos olhos do demonstrador e perguntei: amigo, de quem é a esposa? e ele: sua. Então, companheiro…siga com sua santa e seja feliz. Quer saber mais? prepare seu estômago…amigo.

  2. Vinicius says:

    Wilson Coração Valente! É coragem trabalhar com “desconhecidos” e muita confiança no processo TVN. Eventualmente pode ocorrer de um caboclo sismar que o buraco é mais embaixo…
    O fato é que a palavra compaixão pode ser expressa em atos. A consciência dos humanos parece estar mais próxima do padrão dos moradores de rua do que dos grandes santos que o espírito já ofertou ao mundo. Parabéns ao Wilson. Imperdível a prosa na faculdade.

  3. eu says:

    “Se desejamos que os outros guardem nossos segredos, primeiro devemos guardá-los nós mesmos.” (Sêneca)

  4. afinidades eletivas says:

    Beatriz…esse nome reverbera fundo em minhalma. A prosa, o jeito, a rebeldia, a doçura…
    caminhos, caminhos…

  5. Tobia says:

    Eu conheço bem a fonte

    Que desce daquele monte
    Ainda que seja de noite
    Nessa fonte está escondida
    O segredo dessa vida
    Ainda que seja de noite
    Oh que fonte mais estranha
    Que desce pela montanha
    Ainda que seja de noite

    Sei que não podia ser mais bela

    Que os céus e a terra, bebem dela
    Ainda que seja de noite
    Sei que são caudalosas as correntes
    Que regam os céus, infernos
    Regam gentes
    Ainda que seja de noite…