Sala 213, PAF 1, UFBA – Ondina, Salvador/BA

04 de agosto de 2007, 9hs

OBJETIVOS:

Contribuir para o fortalecimento da Redução de Danos (RD) enquanto Movimento Social, a partir da reflexão sobre os eixos estruturais e funções dos Movimentos, bem como a construção de linhas gerais para uma Plataforma Política para a RD.

PROGRAMAÇÃO:

Provocações

1) A Redução de Danos pode ser considerada Movimento Social? – Maristela Moraes – ABORDA, Instituto PAPAI, Rede Pernambucana de RD

2) O centro e a periferia, a cidade e o interior: desafios das especificidades na mobilização de sujeitos políticos – Sérvulo Paulo – ACERD, ABORDA

3) As várias atuações do Movimento de Redução de Danos: contribuições a partir das ações sobre os usos de maconha e seus derivados – Sergio Vidal – ANANDA, NEIP, GIESP/UFBA

4) Redução de Danos em eventos de grande concentração de pessoas: reflexões sobre as possibilidades de engajamento político de sujeitos sociais – Marcelo Magalhães – Coletivo Balance

Plenária

Contribuições para a construção de uma Plataforma Política para Redução de Danos

REALIZAÇÃO

ABORDA – Associação Brasileira de Redutoras e Redutores de Danos

ABAREDA – Associação Baiana de Redução de Danos

Rede Pernambucana de Redução de Danos

ACERD – Associação Cearense de Redução de Danos

Núcleo de Integração pela Vida –NIV

ANANDA – Associação Mulltidisciplinar de Estudo e Ação em Redução de Danos sobre os usos de Plantas Cannabaceae – http://ananda-ba.blogspot.com/

Instituto PAPAI – http://www.papai.org.br/

Grupo Interdisciplinar de Estudos sobre Substâncias Psicoativas – GIESP/UFBA – http://giesp.blogspot.com/

Coletivo Balance de Redução de Danos – http://coletivobalance.blogspot.com/

10 Comments

  1. gilberto g says:

    Andá com fé eu vou
    Que a fé não costuma faiá ôlará
    Que a fé tá na mulher
    A fé tá na cobra coral ôô
    Num pedaço de pão
    A fé tá na maré
    Na lâmina de um punhal ôô
    Na luz, na escuridão…

    pois é, brothers and sisters, podes crer!!!

  2. Anonymous says:

    Sacou a do ministro?
    Ele tinha feito “Refazenda” e depois veio com essa parada de “Andá cum fé”. Por causa de Refazenda tá perdoado.

    “Abacateiro acataremos teu ato,
    nós também somos do mato
    como o pato e o leão
    aguardaremos,
    brincaremos no regato
    até que nos tragam frutos
    teu amor teu coração”

    Sabe qual é, Bia, quando vc fica paradinha ajuda a me matar. E quando vc se movimenta manda tiro de misericórdia pra tudo qto é lado.

    E agora, que faço, hum?

    “Abacateiro serás meu parceiro solitário nesse itinerário da leveza pelo ar…”

  3. pq sim pq nao says:

    Mas o que tem a ver a língua portuguesa com essas músicas aí?

    Acho que deve ser pq antes de p e b só se escreve m.

    ah, Bia, como eu te odeio! “amor da minha vida, daqui até a eternidade…”

  4. Vinicius says:

    O Legislativo às vezes parece executar a dança das estátuas de Dédalo: arte pétrea que dá a impressão de movimentar-se.
    Acordem para a realidade. Jovens de grande potencial assumem pra valer a condição de bodes sociais ao experimentarem crack e derivados. É fundamental rever a questão sobre a proibição da Cannabis, encarem com bons olhos e atos concretos a Política de Redução de Danos.
    A perspectiva de alcançar uma plataforma política vem em bom tempo. Que bons ventos auxiliem o esforço. Saúde a todos.

  5. bela lugosi says:

    De bandida à heroína: cannabis liberta, crack detona o corpo e a mente!
    Por uma Política de Redução de Danos com legítimos representantes da causa nos parlamentos.

  6. After PAN says:

    Pra dançar, morrer e chegar na morada da morena (tão bela que dói minh’alma):


    Morena bela, eu era, eu sou
    Bela morena, eu serei o seu amor.
    (coro repete)

    No jardim da minha casa
    Um pé de rosa eu vou plantar
    Só não caso com você
    Se Papai do Céu não deixar.

    Eu vou guardar uma rosa
    Parecida com você
    Só pra matar a saudade
    No dia que eu não lhe ver.

    (Jackson do Pandeiro)

  7. Agharti says:

    Blog Bastante interessante.
    Parabéns
    Abraço

  8. idioman says:

    Asho que cheguei à perfeição!
    Estou me sentindo o mais perfeito idiota!
    Isso tem cura? Quanto mais penso, mais idiotamente convicto fico disso!
    Todos os dias, eu, que me considerava tão bam bam bam, pego meu chapéu de burro e vou trabalhar…RD por obséquio…mesmo idiota, ainda tenho amor próprio!

  9. nilson says:

    gostaria de falar com voces endereço bruxobn@hotmail.com

  10. nilson says:

    o amor eterno guardei no coração A força esta comigo falo perante o poder ….. eu canto aqui na terra o amor que deus me da ..FALE COMIGO
    bruxobn@hotmail.com