Rehen, Lucas Kastrup. Os hinos são presentes: algumas considerações sobre a oferta de cânticos no Santo Daime. Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre Psicoativos – NEIP, 2007. Clique aqui para ler.

Para entrar em contato com Lucas: lkastrup@terra.com.br

2 Comments

  1. Anonymous says:

    Lindas considerações se tecem no texto, não?
    Que coisa…será que tenho mau gosto? Mal gosto de uma coisa já fico de olho noutra…que vício! TA! Belos hinos! Isso soou bem?

  2. Lupus Martini says:

    Surpreendente o trabalho acadêmico. Quinto capítulo, não?

    Pois bem, “minha flor, minha esperança, minha rosa do jardim”: que viceje essa esperança,
    sempre viva em verde rama
    a fonte de minhas delícias líricas,
    que em véus de sóbrias e úmidas pétalas
    de matizes tão variados
    assina com o nome Beatriz! “Roseirais, nova granada de Espanha…”