Fericlga, Josep Maria. “¿Alucinógenos o adaptógengos inespecíficos? Propuesta teórica para una innovación del estudio de los mecanismos humanos de adaptación cultural”. Revista de Antropología Social, ISSN 1131-558X, Nº 2, 1993, pps. 167-184.

Clicar aqui para ler.

3 Comments

  1. trinit says:

    Costuma-se dizer que as experiências com ayahuasca são únicas e dificilmente se repetem as mesmas sensações.
    Será? Depois das novidades, excetuando-se o que se vê e o que se sente, o mesmo não se dá com o que se ouve. Tanto é que existem doutrinas. E conselhos de uma moral, uma ética, não podem ser cambiantes e mutáveis ao sabor das visões. Muda-se o pano de fundo das mirações, mas o discurso é similar. Agora, coisa boa é nascer em meio a um povo experimentalista por “natureza”, onde natureza é cultura.

  2. antropofago says:

    E a natureza nas religiões, cultura?

  3. heart says:

    ayahuasca, canabis, cocaine, crack, no more. God is enought, water is health. Sun, sun, sun…night, night, and my bed. I want sleep.