São Paulo, 16 a 19 de setembro de 2008.

Centro de Convenções Frei Caneca.

Para mais informações, clique aqui.

Programação Científica

Dia 16 de setembro

13:00 – Abertura da secretaria

14:20-15:20 – Início dos mini-cursos 5 a 7

15:30-18:30 – Workshop pré-simpósio

Sala copaíba

How to write a world-class paper. (inscrições encerradas)

16:30-18:30 – Mesa redonda pré Simpósio

Sala buriti

§ Fitomedicamentos no Brasil: realidade possível ou ficção?

Coordenador: Lauro Barata (UNICAMP)

Oportunidades em fitomedicamentos no Brasil. (Lauro E. S. Barata – UNICAMP)
Fitomedicamentos: vocação natural da indústria farmacêutica nacional. (Victor Siaulys – Aché Laboratórios Farmacêuticos)
Fitomedicamentos no Brasil: uma possibilidade real ou apenas um sonho? (Glauco Kruse Vilas Boas – FIOCRUZ)
Programas da Secretaria de Ciência e Tecnologia para desenvolvimento de fitomedicamentos. (Dirceu Barbano (DAF/SCTIE/MS)

Teatro Frei Caneca

19:00 – Abertura do XX Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil

20:00-21:00 – Conferência de abertura / Opening conference

§ Approaching a new generation of novel phytotherapeuticals.

Hildebert Wagner (Alemanha)

Dia 17 de setembro

7:50-8:50 – Mini-cursos 1 a 4

9:00-10:00 – Palestras e conferência plenas

Sala copaíba

§ Uses and abuses of in vitro test in ethnopharmacology and medicinal plant research.

Peter J. Houghton (Inglaterra)

Sala buriti

§ O desenvolvimento de medicamentos no Brasil e a necessária interação entre universidades e indústrias farmacêuticas.

João Batista Calixto (UFSC)

Sala embaúba

§ Compuestos polifenolicos en la colitis ulcerosa.

Julio Gálvez (Espanha)

10:20-12:20 – Mesas redondas

Sala copaíba

§ Standards and methods for field studies: the example of the Journal of Ethnopharmacology.

Coordenador: Michael Heirinch (Inglaterra)

Why do you gather data? How do you do it? How do you store it? (e.g., databases in the field) (Michael Heinrich – Inglaterra – e Alonso Verde López – Espanha)

Sala buriti

§ Plantas com ação ansiolítica.

Coordenador: Elisaldo A. Carlini (UNIFESP)

Dimensão do consumo de tranqüilizantes no Brasil e no Mundo. (Vladimir Bernik – Hospital Oswaldo Cruz)
Efeito ansiolítico da Siparuna guianensis Aublt. em modelos pré-clínicos. (Ricardo Tabach – UNIFESP)
· Plantas medicinais no tratamento de transtornos de ansiedade generalizada: uma revisão dos estudos clínicos controlados. (Roberto Andreatini – UFPR)

Sala embaúba

§ Plantas cumarínicas utilizadas no tratamento da asma.

Coordenadora: Glauce Socorro B. Viana (UFC / FMJ)

Chambá (Justicia pectoralis): planta medicinal com atividades antiinflamatória e broncodilatadora. (Glauce Socorro de Barros Viana – UFC / FMJ)
Estudo fitoquímico do cumaru (Amburana cearensis A. C. Smith). (Edilberto Rocha Silveira – UFC)
Aspectos farmacológicos e tecnológicos do cumaru (Amburana cearensis). (Luzia Kalyne Almeida Moreira Leal – UFC)
Efeito de extratos e frações obtidas de folhas de guaco (Mikania glomerata Spreng), na musculatura lisa respiratória. (Roberto Soares de Moura – UERJ)

9:00-12:20 – Gêneros em discussão

Sala guaraná

§ Gênero Baccharis

Coordenador: Fúlvio R. Mendes (UNIFESP)

· Etnofarmacologia

Baccharis: de filho de Júpiter a vassoura: uma visão etnobotânica/etnofarmacológica. (Lin Chau Ming – UNESP)

· Botânica

Botânica do Gênero Baccharis. (Jane Manfron Budel – UFPR)

· Agronomia

Aspectos agronômicos da produção de Baccharis spp. (Ilio Montanari Junior – UNICAMP)

· Química

Química do gênero Baccharis. (Jairo Kenupp Bastos – USP)

· Farmacologia / toxicologia

Estudos farmacológicos e toxicológicos do gênero Baccharis. (Caden Souccar – UNIFESP)

· Comunicações orais

06.002: The effect of Baccharis species on Leishmania promastigotes and on host cell activity. (Alexis R. B. de Melo – UNESP)

06.001: Glycolic extract of Baccharis dracunculifolia exhibit free radical scavenger activity and protects mitochondrial from oxidative damage. (Natalia S. Guimarães – UMC)

13:10-14:10 – Mini-cursos 5 a 7

14:20-16:20 – Sessões coordenadas

Sala copaíba

§ Multicultural and ethnopharmacological lives of migrants.

Coordenador: Andrea Pieroni (Inglaterra)

The ethnopharmacology of South-Asian migrants in Northern England. (Andrea Pieroni – Inglaterra)
Going urban: studying the dynamics of medicinal plant knowledge and use by immigrants from the Dominican Republic in New York City. (Ina Vandebroek – EUA)
Urban ethnobotany of the Andean community in London: a reflection on cross-cultural adaptation. (Melissa Ceuterick – Bélgica)

Sala buriti

§ Medicina tradicional X saúde pública

Coordenador: Luis Carlos Marques (FEBRAPLAME)

04.002: Avaliação do conhecimento e aceitação de medicamentos fitoterápicos pelos médicos que trabalham na atenção básica à saúde da Prefeitura Municipal de Uberlândia, MG. (Izabela Barbosa Moraes – UFU)
04.001: Avaliação do uso das plantas medicinais por pacientes atendidos em um Hospital Universitário. (Diego Alessandro Cama – UNICAMP)
02.001: Etnofarmacologia de plantas usadas no tratamento de malária e males associados pelos comunitários do Julião, RDS Tupé, Amazônia Central. (Josephina Barata da Veiga – INPA)
04.004: Núcleo de fitoterápicos: diagnóstico situacional da fitoterapia no estado do Ceará. (Luana Vasconcelos de Aguiar – UFC)
04.003: Implantação de fitoterapia no PSF de Bicas/MG. (Roberta P. do Espírito Santo – UFJF)

Sala embaúba

§ Sistemas produtivos e controle de qualidade de plantas medicinais

Coordenador: Ilio Montanari Junior (UNICAMP)

07.005: Seasonal variability of coumarin and umbelifferone in syrups of Justicia pectoralis established by chromatographic analysis (HPLC-PDA). (Francisco Noé da Fonseca – UFC)
07.001: Temperature and air relative humidity influence on isoflavones compounding capsules process. (Gabriela Detoni Pavoni – URI)
07.003: Phytotherapic development of formulations from Calceolaria chelidonioides (Scrophulariaceae) ethanol extract and its in vitro topical bioavailability. (Deborah Quintanilha Falcão – UFRJ)
07.004: Padronização de técnica de controle de qualidade das folhas e estudo da estabilidade da tintura de hortelã-rasteira (Mentha X villosa Huds.). (Luana Vasconcelos de Aguiar – UFC)
07.002: Development of a pharmaceutical formulation in soluble powder form containing dry extract of mate (Ilex paraguariensis St. Hil.). (Juliana Cristhina Friedrich – UEM)

16:40-18:00 – Oficina e mini-conferências

Sala copaíba

§ Can one identify ethnopharmacological treatments for metabolic problems? How?

Coordenador: Michael Heinrich (Inglaterra)

Can we identify metabolic diseases in ethnopharmacological field studies? (Michael Heinrich – Inglaterra)

Sala buriti

§ Plantas medicinais e alimentícias.

Plantas alimentícias não-convencionais e seus potenciais nutracêuticos e medicinais. (Valdely Ferreira Kinupp – EAFM)
Alimentos funcionais e suplementos alimentares. (Silvia Maria F. Cozzolino – USP)

Sala embaúba

§ Produtos naturais com atividade antitumoral.

Atividade anticâncer de extratos e princípios ativos obtidos de espécies vegetais. (João Ernesto de Carvalho – UNICAMP)
Ensaios biológicos e pesquisas clínicas com produtos naturais com potencial antitumoral. (Raquel Carvalho Montenegro – UFC)

14:20-18:00 – Gêneros em discussão

Sala guaraná

§ Gênero Maytenus

Coordenadora: Lucia Rossi (Instituto de Botânica de SP)

· Etnofarmacologia

Gênero Maytenus: dados etnofarmacológicos. (Luiz Claudio Di Stasi – UNESP)

· Botânica

Maytenus Mol. emend. Mol. (Celastraceae): caracterização morfológica, taxonomia e distribuição geográfica. (Rita Maria de Carvalho-Okano – UFV)

· Agronomia

Cultivo de espinheira-santa. (Marianne Christina Scheffer – Associação Paranaense de Plantas Medicinais)

· Química

Composição química de plantas do gênero Maytenus (Celastraceae). (Valdir Cechinel Filho – UNIVALI)

· Farmacologia

Gênero Maytneus: aspectos farmacológicos. (Sérgio Faloni de Andrade – UNIVALI)

· Toxicologia

Efeitos toxicológicos do gênero Maytenus. (Ricardo Tabach – UNIFESP)

· Comunicações orais

06.003: Mecanismos de ação envolvidos na atividade gastroprotetora de Maytenus rigida Mart. (Celastraceae): participação de NO e compostos sulfidrila. (Vanda Lucia dos Santos – UEPB)

05.001: Potencial anti-chagásico de alcalóides piridino-sesquiterpênicos de Maytenus ilicifolia. (Vânia Aparecida F. M. M. dos Santos – UNESP)

18:10-19:40 – Painéis

19: 45 – Assembléia de sociedade

Sala buriti

Assembléia da SBPM

Sala copaíba

20:00-21:00 – Abertura do X Congresso Internacional de Etnofarmacologia

§ All plants are exotic invasives.

Daniel Moerman (ISE president, EUA)

Dia 18 de setembro

7:50-8:50 – Mini-cursos 1 a 4

9:00-10:00 – Palestras e conferência plenas

Sala copaíba

§ Designs for clinical evaluation of traditional medicines.

Bertrand Graz (Suíça)

Sala buriti

§ A importância do Screenning Químico (LC-UV/MS, LC-RMN, RMN Capilar) para a descoberta de compostos ativos na escala do µg.

Emerson Ferreira Queiroz (Aché Laboratórios Farmacêuticos)

Sala embaúba

§Visions of the future of medicinal plants of the High Plateau and Central Valleys of the Andes.

Ricardo Seidl da Fonseca (Austria)

10:20-12:20 – Mesas redondas

Sala copaíba

§ Meaning and medicinal plants: how the meaning of plants influences their effectiveness in human populations.

Coordenador: Daniel Moerman (EUA)

Phyto-meaning: how the meaning of a plant might influence it’s effectiveness. (Daniel Moerman – EUA)
Use of contraceptive and related plants by the Kayapó Indians (Brazil). (Elaine Elisabetsky – UFRGS)
Cultural constructions of medical plant efficacy in two Amazonian societies. (Glenn Shepard – USP)

Sala buriti

§ Ensaios clínicos e validação de fitoterápicos.

Coordenador: Roberto L. Boorhem (IBPM)

Aspectos diferenciados da validação de medicamentos fitoterápicos. (Alexandros Spyros Botsaris – IBPM)
Fitoterápicos de uso tradicional – estratégias para avaliação da segurança e eficácia. (Manoel Odorico de Moraes Filho – UFC)
Validaçao cientìfica do uso de plantas medicinais tradicionais no tratamento de doenças crônicas. (Dagoberto Castro Brandão – PHC Pharma)
O Ministério da Saúde como promotor da validação de fitoterápicos – a PNPMF e a validação clínica, planejamento e financiamento. (Katia Torres – DAF/SCTIE/MS)

Sala embaúba

§ Compostos de origem natural moduladores de sinapses colinérgicas.

Coordenadora: Caden Souccar (UNIFESP)

Facilitadores da transmissão em sinapses colinérgicas periféricas. (Caden Souccar – UNIFESP)
Constituintes de plantas de Cerrado e Mata Atlântica inibidores da colinesterase. (Vanderlan da Silva Bolzani – UNESP)
Plantas com ação colinérgica central. (Thereza Christina Monteiro de Lima – UFSC)

9:00-12:20 – Gêneros em discussão

Sala guaraná

§ Gênero Mikania

Coordenador: Paulo Chanel D. Freitas (USP)

· Etnofarmacologia

Etnofarmacologia de algumas espécies do gênero Mikania. (Eliana Rodrigues – UNIFESP)

· Botânica

Taxonomia do gênero Mikania Willd. (Asteraceae). (Rosângela Simão Bianchini – IBt-SP)

· Agronomia

Produção agrícola de Mikania glomerata Sprengel (guaco). (Ana Maria Soares Pereira – UNAERP)

· Química

Química do gênero Mikania. (Adilson Sartoratto – UNICAMP)

· Farmacologia

Aspectos farmacológicos de extratos de Mikania glomerata. (Roberto Soares de Moura – UERJ)

· Toxicologia

Avaliação da segurança in vivo e mecanismos de relaxamento in vitro de Mikania laevigata Schultz Bip. ex Baker em traquéia de rato. (Maria Consuelo Andrade Marques – UFPR)

· Comunicações orais

05.126: RP-HPLC method for the simultaneous quantification of five constituents of guaco species (Mikania laevigata and Mikania glomerata). (Suzan Kelly Vilela Bertolucci – UFMG)

05.128: Mikania lindleyana A. DC.: estudo químico e avaliação de atividade biológica. (Luce Maria Brandão Torres – IB, SMA / USP)

13:10-14:10 – Mini-cursos 5 a 7

14:20-16:20 – Sessões coordenadas

Sala copaíba

§ From ethnomedicine to pharmacology.

Coordenador: Marco Leonti (Itália)

Comparative analysis in ethnopharmacology. (Marco Leonti – Itália)
Medicinal and food plants as modulators of the endocannabinoid system – evolution of an adaptomimetic mechanism. (Juerg Gertsch – Suíça)
Targeting inflammation by traditional phytochemical agents for prevention and therapy of cancer. (Bharat B. Aggarwal – EUA)

Sala buriti

§ Toxicidade de plantas medicinais

Coordenador: Anthony Wong (USP)

06.162: Effects of cellular toxicity in human neutrophils of vanilic acid, afrormosin and amuroside b isolated from Amburana cearensis (Cumaru). (Amanda Araújo Lopes – UFC)
06.158: Pathological changes in mice chronically treated with Zizyphus joazeiro Mart. (Ethiene Castellucci Estevam – UFPB)
06.163: Determination of the toxicity of “garrafada” for sexual impotence by bioassay with Artemia salina Leach. (Evelyn Mirella L. Pina – UFPE)
06.160: Avaliação toxicológica aguda de plantas medicinais do cerrado matogrossense utilizadas popularmente no tratamento de dislipidemias. (Marcondes A. Barbosa da Silva – UFMT)
04.022: Efeito do extrato de Cassia angustifolia ministrado durante o período implantacional de embriões de camundongos. (Cíntia Scucuglia Heluany – UNIFAL)

Sala embaúba

§ Plantas Aromáticas

Coordenador: Lauro Barata (UNICAMP)

05.124: Seasonal evaluation of essential oil chemical composition of Virola surinamensis leaves in the topical anti-inflammatory activity. (Bruna C. Barbosa dos Santos – UNICAMP)
06.159: Therapeutic potential of Cymbopogun citratus leaves essential oil against acute gastric lesions in mice. (Gerlânia de Oliveira Leite – URCA)
06.161: Effect of Citrus aurantium essential oil and its majority compound on quantity of PGE2 and mucus production in gastric mucosa (Thiago de Mello Moraes – UNESP)
07.047: Variabilidade química dos óleos essenciais das folhas de Eugenia dysenterica DC. (Renê Oliveira do Couto – UFG)
05.256: Identificação de acetato de lupeol e outros triterpenos no látex de janaguba (Himatanthus drasticus (Mart.) Plumel). (Aline Holanda Silva – UFC)

16:40-18:00 – Oficina e mini-conferências

Sala copaíba

§ Can one identify ethnopharmacological treatments for metabolic problems? How?

Coordenador: Michael Heinrich (Inglaterra)

Can tradional recipies be informative to experimental studies in the context of metabolic disorders? (Gabriela Coelho de Souza – UFRGS)

Sala buriti

§ Farmacovigilância de plantas medicinais.

Planfavi: boletim de farmacovigilância de fitoterápicos. (Ricardo Tabach – UNIFESP)
O papel da ANVISA na farmacovigilância de plantas medicinais. (Murilo Freitas Dias – ANVISA / MS)

Sala embaúba

§ As plantas medicinais nas diferentes abordagens tradicionais.

Plantas medicinais na Medicina Tradicional Chinesa. (Alexandros Spyros Botasaris – IBPM)
Plantas medicinais comuns no Brasil descritas nos textos tradicionais da fitoterapia Ayurvédica. (Danilo Maciel Carneiro – Secretaria do Estado de Saúde de Goiás)

14:20-18:00 – Gêneros em discussão

Sala guaraná

§ Gênero Cordia

Coordenador: Luis Carlos Marques (FEBRAPLAME)

· Botânica

Sobre a taxonomia do gênero Cordia. (Neusa Taroda Ranga – UNESP)

· Agronomia

Agronomia do gênero Cordia L. (Glyn Mara Figueira – UNICAMP)

· Química

Química do gênero Cordia L. (Vera Lúcia Garcia Rehder – UNICAMP)

· Farmacologia / toxicologia

Estudo farmacológico pré-clínico realizado com o óleo e compostos isolados da Cordia verbenacea. (João Batista Calixto – UFSC)

· Pesquisa clínica

Estudo fase III, duplo cego, aleatório, comparativo para avaliar a eficácia e tolerabilidade da Cordia verbenacea e diclofenaco dietilamônio, em pacientes portadores de contusões, entorses, traumas e lesões musculares, com início inferior a 24 horas. (Marcos Korukian – UNIFESP)

· Comunicações orais

05.127: First phenolic substances from Cordia exaltata (Boraginaceae). (Jéssica Karina S. Maciel – UFPB)

01.034: A influência do solo na distribuição de Cordia trichotoma (Vell.) Arráb. ex Steud. (Boraginaceae) em um fragmento de floresta estacional semidecidual em Cuesta Basáltica. (Rafael Felipe de Almeida – FACIS)

18:10-19:40 – Painéis

19: 45 – Assembléias das Sociedades

Sala copaíba

International Society of Ethnopharmacology

Sala buriti

SBFgnosia

Sala embaúba

FEBRAPLAME

Dia 19 de setembro

7:50-8:50 – Mini-cursos 1 a 4

9:00-10:00 – Palestras e conferência plenas

Sala copaíba

§ The application of emerging technologies to the analysis of plant extracts. Is this a way of accounting for synergism?

Peter J. Hyland (Inglaterra)

Sala buriti

§ O C.I.A.F. (Conselho Iberoamericano de Fitoterapia) e o desenvolvimento da fitoterapia na Íbero-América.

Roberto L. Boorhem (IBPM)

Sala embaúba

§ The phytotherapy in Cuba.

Milagros García Mesa (Cuba)

10:20-12:20 – Mesas redondas

Sala copaíba

§ Ethnopharmacology, public health and health education.

Coordenadora: Janna Weiss (Tibete)

Traditional medicine in the public health discourse. (Janna Weiss (Tibete)
Education, ethnobotany, food habits and health in Castilla-La Mancha (Spain). (José Fajardo Rodríguez (Espanha)
A public health research agenda for traditional medicine. (Gerard Bodeker – Inglaterra)

Sala buriti

§ Repartição de benefícios: por quê, para quê e para quem?

Coordenador: Ennio Candotti (UEA)

A repartição de benefícios segundo a legislação brasileira. (Carla Lemos – CGEN/MMA)
Por uma recomposição dos conhecimentos. (Ennio Candotti – UEA)
Patrimônio genético, produtos inovadores, patentes e repartição de benefícios. (Harley Cerqueira – Aché Laboratórios Farmacêticos)

Sala embaúba

§ Anti-hipertensivos de origem natural. Fitoterápicos para o SUS?

Coordenadora: Maria Teresa R. Lima-Landman (UNIFESP)

The European experience with the use of Craetageus for the treatment of chronic heart failure. (Hildebert Wagner – Alemanha)
Efeitos da casca da uva na hipertensão experimental. (Roberto Soares de Moura – UERJ)
Mecanismos moleculares envolvidos nos efeitos cardivasculares induzidos pela rotundifolone, isolada da Mentha x villosa Hudson. (Isac Almeida de Medeiros – UFPB)
· Identificação e mecanismos da ação hipotensora / anti-hipertensiva de compostos isolados de Cecropia glazioui Sneth. (Maria Teresa Lima-Landman – UNIFESP)

9:00-12:20 – Gêneros em discussão

Sala guaraná

§ Gênero Erytrhina

Coordenadora: Glyn Mara Figueira (UNICAMP)

· Etnofarmacologia

Usos da Erythrina speciosa Andr. na medicina popular e em rituais afro-brasileiros. (Maria Thereza Lemos de Arruda Camargo – USP/PUC-SP/UNIFESP).

· Botânica

Aspectos botânicos de Erythrina L. (Ana Paula Fortuna-Perez – UNICAMP)

· Química

Perfil químico de espécies de Erythrina tradicionalmente utilizadas como plantas medicinais para o tratamento de doenças do SNC. (Vanderlan da Silva Bolzani – UNESP)

· Farmacologia / toxicologia

O gênero Erythrina e os efeitos farmacológicos das espécies mais comuns no Brasil, E. mulungu e E. velutina. (Glauce Socorro de Barros Viana – UFC)

· Comunicações orais

06.314: Effect of crude extracts of Erythrina falcata B. on memory: behavioural and molecular evidence. (Priscila Fumie Sanada – USF)

01.068: Genetic diversity among thirteen individuals of Erythrina velutina Willd. (Rafaela Montalvão Azevedo – UFS)

Sala guaraná

12:30-13:00 – Sessão jovem / Young session

Coordenador: Joaquim Maurício Duarte-Almeida (UNIFESP)

02.078: O conhecimento da população idosa de Diadema auxiliando na pesquisa de plantas nativas do Brasil. (Alaíce P. Cavalcante, Jéssica P. Marques, Jaqueline S. da Silva – Projeto Adolescente Aprendiz, Prefeitura Municipal de Diadema)
02.079: Levantamento do uso de plantas medicinais, por idosos de Diadema, realizado por jovens do Projeto Adolescente Aprendiz. (Kátia Rocha de Almeida, Carla Patrícia S. de Albuquerque, Vanessa S. Landim – Projeto Adolescente Aprendiz, Prefeitura Municipal de Diadema)

12:50-14:10 – Painéis

14:20-16:20 – Sessões coordenadas e mesas redondas

Sala copaíba

§ Ethnoveterinary and ethnozootherapy.

Coordenador: Kobus Ellof (África do Sul)

The use of plant extracts to replace antibiotic feed additives in poultry production. (Kobus Eloff – África do Sul)
Production, protection and profit: how can local livestock keepers benefit from their ethnoveterinary knowledge? (Evelyn Mathia – Alemanha)
The use of plants in control of nematode parasites of small ruminants. (John Githiori – Quênia)

Sala buriti

§ Use of medicinal plants around the world

Coordenador: Edwin Cooper (EUA)

03.070: Bioprospecting is a CAM Frontier. (Edwin Cooper – David Geffen School of Medicine at UCLA, EUA)
03.049: An ethnopharmacological evaluation of the plants used for gastro-intestinal complaints by inhabitants of Porvenir, Bajo Paraguá Indian Reservation, Bolivia. (Zsanett Hajdu – University of Szeged, Hungria)
02.076: Ethnobotanical survey of arid zone plants of Rajasthan, India (Satish C. Jain – University of Rajasthan, Índia)
02.077: Native medicinal flora of Argentina: a checklist, chemical composition, biological activity and analysis of its diversit.y (Gloria Estela Barboza – Universidad Nacional de Córdoba, Argentina)
03.051: Ethnobotanical survey of medicinal plants with potential anthelmintic properties, suitable for veterinary phytopharmaceuticals. (Jenny Carolina Saldaña – Facultad de Química, Uruguai)
03.050: Xki yoma? (our medicine) and xki tienda (patent medicine) – Interface between traditional and modern medicine among the Mazatecs of Oaxaca, Mexico. (Peter Giovannini – University of London, Inglaterra)

Sala embaúba

§ As “plantas do futuro” e a potencialidade dos biomas brasileiros.

Coordenadora: Glyn Mara Figueira (UNICAMP)

O projeto “Plantas do Futuro” e as plantas medicinais nativas do Cerrado. (Fernão Castro Braga (UFMG)
Plantas medicinais da Mata Atlântica. (Luiz Claudio Di Stasi (UNESP)
Sinopse das plantas medicinais da caatinga, Brasil. (Maria de Fátima Agra (UFPB)
Amazônia: plantas para o futuro ou para o presente? (Ari de Freitas Hidalgo (UFAM)

16:40-18:00 – Oficina e mini-conferências

Sala copaíba

§ Can one identify ethnopharmacological treatments for metabolic problems? How?

Coordenador: Michael Heinrich (Inglaterra)

Controlling obesity and diabetes with traditional diet and life style. (Anwar Gilani – Paquistão)

Sala buriti

§ Programas de incentivo à pesquisa de plantas medicinais.

· As ações e os resultados do “Programa de pesquisas de plantas medicinais” da Central de Medicamentos (Ceme). (Nilton Luz Netto Junior – Centro Universitário UNIEURO)

Instituto do Milênio do semi-árido brasileiro (IMSEAR) e plantas medicinais. (Ana Maria Giulietti Harley – UEFS)

Sala embaúba

§ A unique issue in the standardization of Chinese Materia Medica: processing.

Zhongzhen Zhao (Hong Kong)

14:20-18:00 – Gêneros em discussão

Sala guaraná

§ Gênero Phyllanthus

Coordenador: Lauro Barata (UNICAMP)

· Etnofarmacologia

Etnofarmacologia do gênero Phyllanthus. (Clarice Azevedo Machado – PUC-RS)

· Botânica

Taxonomia de Phyllanthus L. (Phyllantaceae). (Inês Cordeiro – Instituto de Botânica de SP)

· Agronomia

Agronomia do gênero Phyllanthus. (Chrystian Iezid M. Almeida – UNESP)

· Química

A química do gênero Phyllanthus. (Benjamin Gilbert – FIOCRUZ)

· Farmacologia

Propriedades farmacológicas de plantas do gênero Phyllanthus. (Adair Roberto Santos – UFSC)

· Pesquisa clínica

Avaliação dos efeitos do Phyllanthus niruri (Pn) em protocolos clínico e experimental: animais e células. (Nestor Schor – UNIFESP)

· Comunicações orais

05.248: Chromatographic profile and chemometric analysis of vegetable extracts of Phyllanthus species. (Lúcia Regina R. Martins – UFSCar)

07.062: Classificação taxonômica de amostras comerciais de “quebra-pedras” empregando RMN de 1H e quimiometria. (Maiara Silva Santos – UFSCar)

Sala copaíba

18:10 – Cerimônia de encerramento

Mini-cursos

· Manhã

Dias 17, 18 e 19 (7:50-8:50)

· Tarde

Dia 16 (14:20-15:20), dias 17 e 18 (13:10-14:10)

Sala copaíba

MC 1: Atividade biológica dos fungos, algas e liquens.

Coordenador: Lauro Xavier (UNIT)

Sala buriti

MC 2: Produtos naturais e doenças do trato gastrointestinal.

Coordenador: Luiz Claudio Di Stasi (UNESP)

Sala embaúba

MC 3: Aplicação de técnicas hifenadas na análise de produtos naturais de plantas medicinais.

Coordenador: Norberto Peporine Lopes (USP)

Sala guaraná

MC 4: Efeitos farmacológicos de plantas, em modelos animais de desordens psiquiátricas e neurodegenerativas.

Coordenadora: Glauce Socorro de Barros Viana (UFC)

Sala copaíba

MC 5: Produção de plantas medicinais.

Coordenador: Ilio Montanari Junior (UNICAMP)

Sala buriti

MC 6: Fitoterapia na clínica médica.

Coordenador: Danilo Maciel Carneiro (Secretaria do Estado de Saúde de Goiás)

Sala embaúba

MC 7: Cannabis sativa (maconha) como medicamento.

Coordenador: Elisaldo Carlini (UNIFESP)

Comments are closed.